Nossa História

Colégio Mercês

Fundado em 1735 pela jovem baiana Úrsula Luísa de Monserrat, o CONVENTO NOSSA SENHORA DAS MERCÊS sempre foi dedicado à obra educativa das Ursulinas. Inicialmente, era o Educandário com alunas internas desde 24.09.1745. Posteriormente, a partir de 03.02.1897, também com externato,criou-se o COLÉGIO NOSSA SENHORA DAS MERCÊS, que se inspira nos princípios cristãos, segundo a visão de Santa Ângela Mérici e se propõe a ser “uma Comunidade Escolar animada pelo espírito evangélico de Liberdade e de Caridade, para auxiliar os adolescentes a que, no desenvolvimento de sua personalidade, também, cresçam segundo a nova criatura que se tornaram pelo Batismo”. (GE 8)

Filosófia

  • Educar na dimensão pessoal, espiritual e social, através da educação básica, com vistas à formação de seres humanos comprometidos com os valores cristãos, capazes de construir e transformar a realidade.
  • Formar pessoas para a vivência da mensagem evangélica;
  • Propiciar o desenvolvimento integral da personalidade humana e sua participação na obra do bem comum;
  • Preparar para o domínio dos recursos científicos e tecnológicos que permitam utilizar as possibilidades do meio ambiente;
  • Preservar e expandir o patrimônio cultural;
  • Tratar a todos igualmente sem distinção de cor, filosofia, política ou religião;
  • Proporcionar ao educando a formação necessária ao desenvolvimento de suas potencialidades como elemento de auto-realização, qualificação para o trabalho e preparo para o exercício consciente da cidadania.

A Companhia de Santa Úrsula

A campanha de Santa Úrsula foi fundada em 1535 por Santa Ângela Méreci, beatificada em 1768, escolheu Santa Úrsula como padroeira da Companhia. Em 1900 foi fundada a União Romana de Ordem de Santa Úrsula, unindo as comunidades das Ursulinas em todo o mundo com sede em Roma.

Úrsula Luisa Nasceu em Salvador, em 22 de Outubro de 1700 e foi batizada com o nome da padroeira da Companhia fundada no século 16. Ainda noviça, fundou o Convento em 1735. As instalações na atual área das Mercês passaram a ser habitadas pela comunidade em 1744. O educandário, com alunas internas, passou a funcionar no ano seguinte. Em 1757, as Ursulinas receberam em doação anônima uma imagem de Cristo crucificado, em estado precário. Foi restaurado na época e, hoje faz parte da imaginária da atual capela do Convento, como senhor do Bo Jesus da Porta.

Em 1897, foi criado o Colégio nossa Senhora das Mêrces funcionando também com externato.

Em 1913, a parte frontal do Convento Mêrces foi demolida para a passagem da Avenida Sete de Setembro,. Com o Mesmo propósito, foram também demolidas a antiga Igreja de São Pedro e o frontispício da Igreja do Rosário, entre outros prédios históricos.

Construiu-se uma nova fachada, em estilo neogótico. Por volta dos anos 60, a parte que ficou da Igreja Mêrces foi destruída e construiu-se a capela atual.

O Convento da Soledade, também das Ursulinas, foi fundado em 1739.